Notícias

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





05/2014

Pela Vidda-RJ faz 25 anos de luta contra a aids e recebe Medalha Tiradentes

Pela Vidda 25 anosMais antiga ONG do Brasil formada por pessoas vivendo e convivendo com HIV/aids, o grupo Pela Vidda, do Rio de Janeiro, criado pelo sociólogo Herbert Daniel, está fazendo 25 anos com uma agenda lotada de comemorações. Uma das mais importantes aconteceu nessa terça-feira (20) na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), quando o grupo foi homenageado com a Medalha Tiradentes, numa cerimônia com auditório lotado de ativistas, médicos, gestores, políticos.

A homenagem, uma iniciativa do deputado Marcelo Freixo (PSOL), contou com o deputado federal pelo PSOL-RJ e integrante da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos LGBT, Jean Wyllys, a infectologista Márcia Rachid, o estilista Carlos Tufvesson, o ator Cazu Barros, o educador físico Leonardo Rêgo, entre outros.

As comemorações seguem até o dia 1º de agosto, com reuniões, palestras, bazar solidário, treinamentos e muitas outras atividades (veja a agenda em www.pelavidda.org.br). Afinal, há muitas conquistas a se comemorar, como ressaltou o vice-presidente da ONG, George Gouvea, em entrevista à Empresa Brasileira de Comunicação (EBC).

“Muito foi conquistado nos últimos 25 anos, com destaque para o acesso aos antirretrovirais e a uma plataforma relacionada aos direitos humanos e à cidadania dos soropositivos.”

Apesar do clima de festas, Gouvea lembrou que há muita luta pela frente. “Os desafios se renovam a cada dia e ameaçam algumas conquistas”, disse ele.

Veja, a seguir, na íntegra, o texto que o Pela Vidda-RJ divulgou em celebração à data:

“E por falar em vida, passados 25 anos – 1989 a 2014 – o Grupo Pela VIDDA-RJ continua reafirmando sua Missão: (…) Promover a luta contra a discriminação e outras formas de exclusão social no contexto do HIV e Aids”

VIVA A VIDA! em memória ao eterno HERBERT DANIEL

Completar 25 anos de luta e de engajamento social frente aos atuais desafios do viver com HIV e Aids é um feito as vezes imaginário, mas que só é possível se contextualizarmos toda uma trajetória de lutas e conquistas ganhas e perdidas ao longo desses vinte e cinco anos. A Aids ao contrário do que se pensa ela deixou de ser um pânico generalizado para se consolidar como uma sentença de exclusão social. O Grupo Pela Vidda-RJ ao longo da epidemia de Aids tem enfrentado toda forma de preconceito, estigma e iniquidades para garantir qualidade de vida e cidadania para as pessoas vivendo com HIV e Aids, mas no campo dos direitos as conquistas não são definitivas e a todo momento vivenciamos uma série de violações que ainda requer um ativismo social diário e atento as desigualdades e frente ao descaso político com a integridade das pessoas afetadas.

Nossa agenda Celebração 25 Anos pressupõe: reafirmar a trajetória social e política iniciada por Herbert Daniel na década de 80, promover a cidadania no contexto do viver com HIV e Aids, mobilizar e fortalecer o voluntariado na luta contra a epidemia, contribuir para o aprendizado político e o ativismo social, resignificar nossa missão institucional, dar continuidade a nossa trajetória de trabalho e de lutas se preciso for por mais 25 anos.

Nossa missão institucional apesar de tão fragilizada no contexto da história, ainda convivemos diariamente com perdas e exclusão, são diversos e complexos os desafios vivenciados. Nossa intenção hoje é relembrar o significado de nossa história, refletir o presente, acreditar em um futuro melhor e fazer valer as lições de solidariedade e dignidade para toda a sociedade.

VIVA A VIDA!!!

Publicado no site da Agencia Aids, em 22/05/2014

 

 

 

Compartilhe