Publicações

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Solução » Solução n.16

12/2006

Acompanhamento Farmacoterapêutico

Um dever do farmacêutico, um direito do usuário

A Unidade Dispensadora de Medicamentos (UDM) do PAM Salgadinho, em Maceió, Alagoas é a maior dispensadora de medicamentos do estado, atendendo diversos Programas de Saúde (Diabetes, Hipertensão, Homeopatia, DST/Aids) e especialidades médicas. Por mês, atende aproximadamente 463 pacientes em DST/Aids. A equipe de farmácia da unidade conta com quatro farmacêuticos e dez técnicos de nível médio. Nessa entrevista, a farmacêutica Maire Rose de Sousa Silva conta como funciona o serviço.

Sua equipe é bem grande. Como se organiza o trabalho na farmácia?
Maria Rose: A equipe se reveza na realização das seguintes atividades: controle de estoque; elaboração de mapas e boletins exigidos pelo PNDST/Aids; dispensação de insumos de prevenção e dispensação de medicamentos – feita exclusivamente pelo profissional farmacêutico, que confere o esquema terapêutico, a última data de dispensação e registra todas as informações em planilha própria do setor. Periodicamente a equipe se reúne para avaliar as informações contidas na planilha, o que nos permite acompanhar os pacientes faltosos, erros de prescrição, falha nas tomadas dos medicamentos, etc.

Vocês oferecem atendimento individualizado aos pacientes?

A área física da farmácia foi organizada com esse objetivo, para permitir a realização da dispensação no seu conceito amplo. Em setembro de 2006, a farmácia implantou a Atenção Farmacêutica (ATENFAR), baseando-se no Método de Minnesota – EUA. Foi elaborado um questionário para levantar as dificuldades dos pacientes em terapia anti-retroviral e todos os prontuários foram analisados.

O que é Método Minnesota?
Ele busca detectar e resolver problemas relacionados a medicamentos através da intervenção farmacêutica, visando a uma farmacoterapia racional e a obtenção de resultados definidos e mensuráveis, voltados para melhoria da qualidade de vida do paciente. A avaliação de cada caso e a elaboração de um plano de intervenção e atenção são feitas por meio do preenchimento de formulários específicos do método. Como forma de divulgarmos essa prática, os pacientes acompanhados pela ATENFAR recebem um cartão tipo aprazamento com o seguinte slogan “Acompanhamento Farmacoterapêutico: Um dever do Farmacêutico, um direito do usuário”.

Quais as maiores conquistas desse trabalho?
Nosso trabalho ganhou em eficiência: o controle efetivo do estoque garante a regularidade na entrega mensal dos medicamentos, a planilha que acompanha o tratamento dos pacientes nos permite monitorar de perto sua adesão e o atendimento individualizado possibilita a identificação de problemas que necessitam nossa intervenção ou de outros profissionais do serviço. Foram muitas conquistas também para o profissional farmacêutico: o paciente passou a nos ver como um aliado no êxito da sua terapia; os profissionais de saúde aumentaram sua confiança em nosso trabalho; houve uma maior inserção do trabalho do farmacêutico na equipe multidisciplinar e uma grande satisfação da equipe de farmácia com o “novo modo de cuidar” dos pacientes.

SAIBA +
UDM/PAM Salgadinho: Tel (82) 3315 5293
Maire Rose: rmaire@hotmail.com

Compartilhe