Publicações

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Saber Viver » Saber Viver n.18

10/2002

Alho e Cebola: esses alimentos devem ser consumidos

Nesta edição da Saber Viver, você vai conhecer as propriedades de mais dois alimentos da lista dos “funcionais” (aqueles que, além de alimentar, podem auxiliar no combate a doenças): o alho e a cebola. Tanto esses alimentos, quanto a cebolinha e o alho porró são condimentos e, apesar do péssimo hálito que deixam na boca, se consumidos com freqüência, podem ser muito úteis para a sua saúde. Como são ricos em enxofre, pessoas com tendência a ter gases devem consumi-los com moderação.

Alho 
É um dos alimentos mais estudados por cientistas. Tem-se descoberto que o seu uso diário pode prevenir o câncer no trato gastrintestinal e doenças cardíacas. Para as pessoas soropositivas, que com freqüência possuem alterações no colesterol e triglicerídeos, esse alimento tem um papel fundamental na dieta diária.

O alho é antiviral (é ótimo para combater o vírus da gripe, por exemplo), antioxidante (evita o envelhecimento por exposição ao sol, combatendo radicais livres) e tem ação antibiótica, principalmente contra a bactéria Heliobacter Pylon, que pode causar gastrite e úlceras. Além disso, possui argina, um aminoácido cuja principal função é estimular o sistema imunológico.

Como consumi-lo: Um dente de alho por dia triturado ou esmagado. A nutricionista Marlete Pereira, do Hospital Clementino Fraga Filho da Universidade Federal do Rio de Janeiro, dá as dicas: “O alho pode ser usado para refogar alimentos, como arroz. Mas não o deixe queimar, porque assim ele perde completamente as suas propriedades. Colocar um dente de alho na panela de arroz segundos antes do arroz ficar pronto dá um gosto especial ao alimento. Coloque também um dente de alho dentro do pote de azeite que você utiliza diariamente nas saladas. Fica ótimo”.

Não consuma as cápsulas de alho. Estudos indicam que elas podem interferir no efeito de alguns medicamentos contra a Aids.

Cebola 
Enquanto sobre o alho já possuem estudos comprovando a sua eficácia, a cebola ainda vem sendo estudada e se chegou a algumas conclusões recentemente. Assim como o alho, ela é antioxidante, antiinflamatória, evita o aumento do colesterol, reduz os níveis de triglicerídeos e estimula o sistema imunológico.

Como consumi-la: Segundo Marlete, esse alimento pode ser consumido à vontade. Quando aquecido, não perde as propriedades, apenas o cheiro desagradável que deixa na boca. Então, inclua-o como tempero obrigatório em suas refeições. Assado no forno, ou na churrasqueira, fica uma delícia.

ERRATA – A carne de soja não substitui o óleo de soja, como o texto da edição passada sugere. O óleo de soja pode ser usado normalmente, inclusive no preparo de alimentos.

Compartilhe