Publicações

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Saber Viver » Saber Viver n.11

08/2001

Dicas de saúde para sua cozinha

A Organização Mundial de Saúde criou algumas regras para ajudar a nos proteger de doenças que podem ser causadas por falta de higiene e cuidado na hora de preparar os alimentos.

As dicas abaixo foram baseadas no Guia dos Alimentos do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, com a supervisão da nutricionista Marlete Pereira da Silva, do Hospital Clementino Fraga Filho (UFRJ).

Refrigeração em época de racionamento de energia – Alguns supermercados estão desligando seus refrigeradores como forma de poupar energia. A refrigeração não mata as bactérias que já estão nos alimentos, mas conserva nutrientes. Sem a refrigeração, essas bactérias se proliferam com mais facilidade. Além disso, o alimento que for descongelado e congelado novamente acaba perdendo nutrientes. Observe no supermercado. Se algum alimento estiver envolvido por cristais de gelo, não o compre. Provavelmente ele já foi descongelado. Essa dica serve para sua casa também: não descongele a geladeira durante a noite. Poupe energia com responsabilidade, sem colocar a sua saúde em risco.

Prepare bem os alimentos – Carnes e peixes devem ser bem cozidos. Os alimentos que estiverem congelados devem ser colocados na geladeira 24 horas antes de serem preparados.
Os alimentos consumidos crus, como frutas, verduras e legumes devem ser muito bem lavados.

Não misture alimentos crus e cozidos – Quando se corta um alimento cru, deve-se lavar muito bem a faca e a tábua antes de cortar um alimento cozido.Evite tábuas de madeira e colheres de pau. Prefira polietileno ou plástico resistente.

Mantenha sua cozinha limpa – Como os alimentos se contaminam facilmente, convém manter limpas todas as áreas onde você prepara alimentos e todos os equipamentos e utensílios usados no preparo e limpeza. Isso vale também para supermercados, açougues e padarias. Observe o chão, as paredes, os aparelhos e os funcionários desses locais.

Evite os alimentos clandestinos – Não compre ovo, frango ou leite de origem clandestina. Confira se eles possuem carimbo da vigilância sanitária.

Usar sempre água pura – Para beber ou cozinhar, use sempre água pura. Em caso de dúvida quanto à pureza, ferva bem a água.

Na geladeira, cada coisa em um lugar – Para aproveitar melhor a temperatura da geladeira, coloque alimentos perecíveis como carnes, leites e derivados nas prateleiras mais próximas ao congelador. Legumes e verduras, nas gavetas inferiores. Não coloque os ovos na porta da geladeira. Nesse local o alimento fica mais exposto a mudanças bruscas de temperatura todas as vezes que abrimos a geladeira. O ovo não deve sofrer alteração de temperatura com freqüência. Então, o melhor é optar: deixe-o fora da geladeira (somente por 8 dias) ou coloque-o numa das prateleiras da geladeira.


Lave as mãos antes de cozinhar
 – Mantenha mãos muito limpas antes de começar a preparar os alimentos. Depois de mexer com carne, peixe ou frango, lave as mãos antes de manusear os temperos, farinhas etc.


Compartilhe