Publicações

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Solução » Solução n.12

04/2006

Estavudina

Saiba mais sobre os anti-retrovirais
ESTAVUDINA

Inibidor da Transcriptase
Reversa Análogo de Nucleosídeo

Armazenamento
Temperatura ambiente, entre 15 a 30ºC.
Proteger da luz e umidade.

Apresentação
Comprimidos de 30 e 40mg.

Como tomar
1 cápsula de 12 em 12 horas (30mg para pacientes com menos de 60Kg de peso corporal e 40mg para maiores de 60Kg). Podeser necessária redução da dose para manejo de toxicidade, principalmente neuropatia periférica. Não requer restrição alimentar.

Principais Esquemas Terapêuticos
Estavudina + lamivudina, em associação com inibidores de protease
em esquemas de resgate.
A escolha dos outros medicamentos depende dos tratamentos instituídos previamente. A associação de estavudina com didanosina possui alto potencial de toxicidade, sendo contraindicada em mulheres grávidas e devendo ser indicada com muito cuidado para os demais pacientes.

Possíveis efeitos adversos
É o medicamento desta classe que causa mais freqüentemente toxicidade mitocondrial, incluindo neuropatia periférica (inflamação nos nervos periféricos que provoca dormência nos pés e mãos) e pancreatite (inflamação do pâncreas). Estas manifestações são mais incidentes com o uso combinado de estavudina e didanosina, podendo aparecer, em algum grau, em 10 a 70% dos pacientes em uso deste medicamento. O médico poderá orientar o paciente sobre como minimizar esses efeitos colaterais.

Compartilhe