Saber Viver Tuberculose

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Saber Viver Edições Especiais » Saber Viver Tuberculose » Saber Viver Tuberculose n.02

01/2009

Fique por dentro e ajude a combatê-la

Tuberculose tem cura

“Quando tive tuberculose, não conseguia andar e, mesmo assim, tinha que ir ao médico. Tinha que escolher entre comprar pão para o meu fi lho ou pegar ônibus para ir à consulta. Cheguei a passar fome”, conta Rita Smith. “Isso foi há dez anos, mas vejo que tudo ainda se repete com os outros”, lamenta ela, que é moradora da Rocinha, favela no município do Rio de Janeiro.

A tuberculose (TB) enfraquece muito o organismo. Tanto que foi a principal causa de morte no Ocidente até o início do século passado. Presente em versos famosos, como os de Manuel Bandeira, a doença havia ganho, até mesmo, um ar poético.

Com o avanço da ciência, o índice de cura da tuberculose chegou a 95%. Parecia que a humanidade estava quase livre desse mal. Infelizmente, porém, o número de mortes voltou a aumentar.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) dizem que, no mundo todo, uma em cada três pessoas está infectada pelo bacilo causador da tuberculose (o bacilo de Koch). A maioria não adoece, devido às defesas naturais do organismo. Mesmo assim, entre as pessoas infectadas pelo bacilo, de oito a dez milhões fi cam doentes e dois milhões morrem todos os anos. Somente no Brasil, em 2007, o Ministério da Saúde registrou 80 mil casos novos de tuberculose e cerca de 5 mil mortes. É muita gente adoecendo!

 

Compartilhe