Conversa Positiva

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Saber Viver Edições Especiais » Conversa Positiva » Conversa Positiva n.02

09/2002

Mudanças metabólicas e Lipodistrofia

A lipodistrofia pode estar associada a mudanças nas taxas de gordura e de açúcar em seu sangue. Por causa dessas alterações, você pode correr o sério risco de apresentar diabetes, doença coronariana, alterações nos ossos e outras doenças. Por isso, todo o cuidado é pouco.

GORDURA E AÇÚCAR NO SANGUE E OS MEDICAMENTOS CONTRA A AIDS

Estudos já demonstraram que os níveis de gordura no sangue podem aumentar quando você começa o tratamento com os anti-retrovirais, em especial com os inibidores da protease. Geralmente, essa classe de medicamentos leva ao aumento de colesterol e de triglicérides semanas após o início do tratamento. A única exceção é o atazanavir, um medicamento que ainda não está liberado para uso comercial. Esse medicamento não causou aumento de lipídios em pacientes que fizeram uso do remédio durante um ano.
O efavirenz e a nevirapina também podem causar aumento do colesterol e/ou dos triglicérides.
Os inibidores da protease podem ser responsáveis também pelo aumento do açúcar (glicose) no sangue. Níveis muito altos de glicose podem significar que a pessoa tornou-se diabética.

SERÁ QUE ESTOU DESENVOLVENDO MUDANÇAS METABÓLICAS?

Esse controle deve ser feito pelo seu médico através de exames constantes. Não deixe de realizá-los. Assim, será mais fácil um tratamento preventivo contra doença coronariana. Essas alterações metabólicas podem provocar alguns sintomas. Muitos deles se confundem aos relacionados à infecção pelo HIV. Porém, é fundamental que você diga ao seu médico o que vem sentindo para que ele possa diagnosticar precocemente algum problema.
Sintomas que podem estar relacionados a alterações metabólicas:
• Cansaço;
• Tonteira (pode estar relacionada ao aumento da pressão sanguínea);
• Dificuldade de concentração;
• Vontade de urinar com freqüência;
• Sentir sede na maior parte do dia.

COMO OCORRE A DOENÇA CORONARIANA

Doença coronariana é decorrente da redução do volume de sangue necessário para o bom funcionamento do coração, podendo resultar em infarto agudo do miocárdio (músculo do coração). Uma das causas é o acúmulo de gorduras (colesterol e triglicérides) nas paredes dos vasos sanguíneos, formando placas que bloqueiam a passagem do sangue. O mesmo pode acontecer nos vasos que levam o sangue para o cérebro, resultando no chamado AVC ou AVE (acidente vascular cerebral ou encefálico), popularmente chamado de “derrame”.
É importante que os níveis de lipídios no sangue sejam controlados pelos exames regulares. Uma sugestão interessante: se você ainda não está tomando os anti-retrovirais, faça os testes de colesterol, triglicérides e glicose antes de começar a tomá-los. Assim, você e o seu médico terão em mãos um parâmetro para comparar se os seus índices de gordura no sangue aumentaram após o uso dos medicamentos.

O que significa?
METABOLISMO
É um conjunto de processos fisiológicos e químicos para a elaboração de energia necessária para a própria vida. Se o metabolismo de uma pessoa estiver alterado, o seu organismo ficará desequilibrado.
LIPÍDiOS
É um termo geral para gordura no sangue. Há dois tipos principais de lipídios: o colesterol e os triglicérides.
COLESTEROL
Existem dois tipos principais de colesterol, que poderíamos chamar de o “bom” e o “ruim”. O bom colesterol, chamado HDL, protege o nosso organismo contra doenças no coração. Muitas vezes ele é reduzido em pessoas com HIV ou com doença coronariana. Alguns anti-retrovirais podem alterar os níveis de HDL, que geralmente ficam abaixo dos valores normais. O colesterol ruim, chamado de LDL, em altos níveis, aumenta o risco de doença coronariana. O LDL também pode aumentar com o início da terapia anti-retroviral, em especial com o uso do ritonavir.
TRIGLICÉRIDES
São ácidos gordurosos derivados da gordura, do açúcar e do amido que ingerimos através dos alimentos. Esses ácidos percorrem o fluxo sanguíneo e se armazenam no fígado e nos vasos sanguíneos.
GLICOSE
É um açúcar encontrado no sangue. Altos índices de glicose podem acarretar doenças cardíacas e diabetes.
INSULINA
É uma substância produzida pelo organismo para o controle dos níveis de glicose no sangue. Algumas pessoas em tratamento anti-retroviral precisam de uma produção maior de insulina para conter o aumento da glicose. Isso é chamado de resistência à insulina.
ÁCIDO LÁTICO
É um dos produtos da respiração celular. Ele faz parte do processo de queima de glicose no organismo. Quando essa queima acontece de forma incompleta, o organismo produz um excesso de ácido lático, que pode causar câimbras, cansaço, fraqueza muscular.

 

Compartilhe