Publicações

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Saber Viver » Saber Viver n.42

03/2007

Na novela como na vida

Os adolescentes que vivem com HIV/ aids estão representados em Sete Pecados, atual novela das sete da Rede Globo. Na trama escrita por Walcyr Carrasco, a atriz Carla Diaz é Gina, uma menina que nasceu com o vírus da aids. Por causa da doença, ela tentou manter distância de Sandro, interpretado por Darlan Cunha. O menino, porém, era muito apaixonado e foi persistente. Gina não agüentou mais guardar segredo: disse a ele que não podiam namorar porque ela era soropositiva.
Totalmente desinformado sobre HIV/ aids, Sandro desesperou-se e pediu ajuda à diretora do colégio, Miriam (Gabriela Duarte). Antes que esta tomasse uma atitude, a aluna Márcia (Julia Ruiz) também ficou sabendo da história de Gina e espalhou para o colégio inteiro. Uma multidão de colegas revoltou-se contra a presença de Gina na instituição. Eles pensavam que podiam ser infectados pelo HIV simplesmente por estarem no mesmo local que uma pessoa que tinha o vírus. Esta não foi a primeira vez que Gina sofreu discriminação numa escola. Dessa vez, com apoio de gente como Sandro e Miriam, ela resolveu enfrentar o preconceito dos colegas e até mesmo abrir seu coração e namorar Sandro. O passo seguinte foi a diretora da escola procurar meios para esclarecer os alunos sobre HIV/ aids. Afinal, na novela, como na vida, a palavra-chave para derrubar o preconceito é informação.

 

Compartilhe