Publicações

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Solução » Solução n.02

08/2004

Armazenamento de medicamentos

Os medicamentos necessitam ser armazenados em certas condições ambientais para que suas propriedades não sejam alteradas. Veja a seguir algumas dicas para um correto armazenamento.

UMIDADE

Os medicamentos armazenados em áreas úmidas costumam sofrer alterações na consistência, sabor, odor, turvação e tempo de desintegração e podem oferecer perigo à saúde. A alta umidade pode afetar a estabilidade dos medicamentos e desencadear reações químicas (degradação química acelerada), biológicas (crescimento de fungos e bactérias) e físicas (amolecimento de cápsulas).

Para evitar a umidade
Não encoste as caixas de medicamentos em paredes e tetos.
Não as coloque em contato direto com o chão.
Não as deixe junto a banheiros ou áreas com muitas infiltrações.
As cápsulas têm grande tendência a absorver umidade e por isso devem ser armazenadas em locais frescos ou climatizados.
Os produtos sensíveis à umidade devem ser conservados e distribuídos em frascos hermeticamente fechados dessecantes. Alguns trazem invólucros de sílica gel para proteção que não devem ser retirados das embalagens.
O grau de umidade para armazenamento de medicamentos não deve ultrapassar 70%. A umidade relativa do ar é calculada pela relação entre a temperatura seca e a temperatura úmida, através de equipamentos próprios – higrômetros ou psicrômetros – sendo os últimos de uso mais fácil.

LUMINOSIDADE

A incidência direta de luz, sobretudo de raios solares, acelera a velocidade das reações químicas (principalmente oxido-reduções) e altera a estabilidade dos medicamentos. Os produtos particularmente sensíveis à ação da luz são chamados «fotossensíveis».

Para proteção dos medicamentos fotossensíveis
Utilize embalagens de cor âmbar ou de papel alumínio.

Compartilhe