Publicações

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Solução » Solução n.14

08/2006

Nelfinavir

Saiba mais sobre os anti-retrovirais
NELFINAVIR

Inibidor da Protease

Apresentação
Comprimidos de 250 mg

Conservação
Temperatura ambiente, entre 15° e 30°C, protegido da luz e da umidade.

Como tomar
Cinco comprimidos de 12 em 12 horas, junto com alimentos para melhorar a absorção.

Principais esquemas terapêuticos
A principal indicação do nelfinavir é em gestantes virgens de tratamento para profilaxia da transmissão vertical do HIV, preferencialmente associado a AZT e lamivudina.

Possíveis efeitos adversos
O efeito colateral mais freqüente é a diarréia. Outros: exantema, flatulência, náuseas, dor abdominal, fraqueza e aumento de creatina-quinase.
Dislipidemia e lipodistrofia (alterações na distribuição da gordura corporal) são relatados em associação com todos os inibidores da protease, porém ocorrem menos freqüentemente durante o uso de nelfinavir.

Principais interações com outras substâncias
Rifampicina, fenobarbital, carmabazepina, erva de São João (Hypericum perforatum), sinvastatina, lovastatina, terfenadina, astemizol, cisaprida, triazolam e midazolam diminuem a concentração plasmática do nelfinavir e não se recomenda o uso associado.
A Rifabutina deve ter sua dose diminuída pela metade (150mg 1x/dia)
Atorvastatina, bloqueadores do canal de cálcio, sildenafil, ciclosporina,
tacrolimo, azitromicina e contraceptivos orais devem ser usados com cautela.

Compartilhe