Publicações

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Solução » Solução n.03

10/2004

Notificando efeitos adversos

O simples ato de notificar pode ajudar no controle de segurança do produto e no maior conhecimento sobre o medicamento

Para atender à demanda dos pacientes com HIV/Aids, muitos medicamentos anti-retrovirais chegam ao mercado sem que haja tempo suficiente para que os efeitos adversos daquele produto sejam avaliados com mais profundidade. Muitos efeitos surgem durante a administração do medicamento e as queixas podem chegar aos profissionais de saúde pelo próprio paciente. Notificá-las à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é o procedimento que conhecemos como farmacovigilância.

“Os anti-retrovirais têm uma dinâmica diferente dos demais medicamentos, pela necessidade do paciente”, diz Orlando Matchula Jr., farmacêutico clínico do PNDST/Aids. “Por isso requerem uma atenção maior dos profissionais de saúde. Quando a Anvisa toma conhecimento de alguma suspeita de efeitos adversos, comunica ao fabricante e, caso os efeitos sejam considerados muito nocivos à saúde, a agência pode suspender a comercialização do produto”, diz Orlando.

Mesmo os efeitos adversos de menor importância e as queixas isoladas de pacientes devem ser notificados à Anvisa, uma vez que, se eles forem detectados em todo território nacional, pode-se estar diante de um problema que mereça uma investigação da agência e do fabricante do medicamento. O profissional de saúde também pode notificar outras questões relacionadas aos medicamentos como alterações nas embalagens e no conteúdo.

Como fazer a notificação

• Preencher um formulário que pode ser encontrado no site da Anvisa –www.anvisa.gov.br/farmacovigilancia/conceito.htm

• Enviar para o e-mail: farmacovigilancia@anvisa.gov.br, ou para o endereço: Agência Nacional de Vigilância Sanitária
Unidade de Farmacovigilância – UFARM
SEPN 515, Bloco B, Edifício Ômega, 2º andar
CEP: 70.770-502 – Brasília – DF

Compartilhe