Publicações

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Saber Viver » Saber Viver n.37

09/2006

O microondas faz mal à saúde?

Eles são práticos e muito usados hoje em dia. Porém, não há estudos que comprovem se os fornos de microondas fazem algum tipo de mal à saúde. O Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA estabelece que a dissipação máxima de microondas permitida por um forno é de 5 miliwatts por cm2. Os fornos atualmente disponíveis no mercado, inclusive os de alta potência, têm uma taxa de dissipação em torno de 0.05 miliwatts. Mesmo com esta “margem de segurança”, a nutricionista Marlete Pereira, do Hospital Clementino Fraga Filho da Universidade Federal do Rio deJaneiro, aconselha a não abusar na utilização do forno de microondas.
Segundo ela, além da falta de informação sobre o uso contínuo, não há informações científicas que comprovem a manutenção de nutrientes aquecidos no microondas.

A escolha certa dos recipientes
Mesmo para um uso eventual, o forno de microondas requer alguns cuidados importantes. O principal, segundo Marlete, é com a escolha do recipiente. “Os recipientes de alumínio podem causar danos ao aparelho e produzir faíscas; os de plástico (inclusive os filmes de PVC) possuem, em sua composição química, uma substância chamada dioxina, que é liberada no processo de aquecimento”, explica a nutricionista. Segundo ela, alguns estudos relacionam a dioxina ao aparecimento de câncer de mama, pulmão, próstata e cérebro. Porém, nenhuma pesquisa foi capaz de comprovar qual é a quantidade da substância que, acumulada no organismo, torna-se nociva aos seres humanos. “Diante de tantas dúvidas, o ideal é evitar ao máximo o uso do microondas e, quando utilizá-lo, colocar o alimento em recipientes de vidros refratários ou porcelanas”, finaliza Marlete. SV

CUIDADOS IMPORTANTES AO UTILIZAR O MICROONDAS:
Não ligue o forno de microondas se ele estiver vazio;
Não use o forno se a dobradiça, o trinco ou a vedação da porta estiverem danificados;
Alimentos com pele, casca ou membrana, como tomate, batata, salsicha, etc, devem ser perfurados com um garfo antes de irem ao forno, pois poderão explodir;
Nunca aqueça os alimentos em embalagens totalmente fechadas, pois poderão explodir;
Quando aquecer alimentos para bebês e crianças, certifique-se de que a temperatura do alimento esteja adequada antes de servi-lo, evitando o risco de queimaduras;
Não utilize recipientes metálicos, nem com detalhes em metal, pois eles prejudicam o desempenho do aparelho, podendo causar faiscamentos que danificam a cavidade do forno.

Fonte: www.inmetro.gov.br/consumidor/produtos/microondas.asp

Compartilhe