Publicações

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Saber Viver Profissional de Saúde » Saber Viver Profissional de Saúde n.16

07/2009

Quem são os nossos leitores?

Pesquisa realizada com profissionais de saúde vai auxiliar no conteúdo das edições da revista

Em 2008, a Saber Viver Profissional de Saúde convidou seus leitores a responderem um questionário sobre a revista. O formulário foi disponibilizado no site da Saber Viver Comunicação e também distribuído durante a VII Conferência Brasil Johns Hopkings, em abril de 2008, e no VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST/Aids, em julho de 2008. O objetivo foi verificar se o conteúdo da publicação estava em sintonia com o interesse de seus leitores e se o acesso às edições da revista tem sido satisfatório.

Boa aceitação
Cerca de 400 profissionais de saúde participaram da pesquisa. Como resultado, podemos observar que: a revista possui ampla aceitação entre profissionais de diferentes áreas do HIV/aids; atinge serviços de saúde localizados em todas as regiões do país, em grandes e pequenos municípios; e contribui efetivamente para aprimorar a qualidade do trabalho desenvolvido pelas equipes.

Com a realização da pesquisa, foi possível para a Saber Viver Comunicação ampliar o alcance da publicação. Todos os profissionais que responderam ao questionário e ainda não constavam em nossa mala direta ou mailing, passaram a receber as edições impressas e online da revista. Os que já recebiam solicitaram um número maior de exemplares para atender a demanda de suas equipes, o que evidencia a necessidade de aumento da tiragem da revista.

Sugestões de leitores
Várias matérias da revista foram citadas como de grande interesse para aprimorar o trabalho realizado e promover discussões entre as equipes de saúde. Os profissionais sugeriram um grande número de temas para as próximas edições da publicação. Na Saber Viver Profissional de Saúde n°15, de dezembro de 2008, a matéria “Direitos do cidadão soropositivo” foi realizada a partir dessas sugestões. Essa estratégia se repetirá e será mais explorada em 2009.

A partir desta edição, teremos sempre um espaço para falar sobre as diferentes profissões que estão envolvidas no tratamento dos pacientes com HIV/aids, como funciona a relação do profissional com o paciente e qual é a importância deste trabalho. Foi observado que, dos profissionais que responderam ao questionário, a maioria é da área de enfermagem. Por esse motivo, esta foi a primeira profissão abordada (veja matéria a seguir).

Compartilhe