Publicações

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Solução » Solução n.09

10/2005

Saquinavir

Saiba mais sobre os anti-retrovirais

SAQUINAVIR

Inibidor da protease
Apresentação Cápsulas de 200mg, duras ou moles.

Conservação Cápsula dura (Invirase®): entre 15 a 30ºC, protegida de luz e umidade. Cápsula mole (Fortovase®): em geladeira, evitando congelamento. Como alternativa, o medicamento pode resistir três meses à temperatura inferior a 25ºC, sem luz direta do sol.

Como tomar Cinco cápsulas de saquinavir de 12 em 12 horas, junto com alimentos.

Principais Esquemas Terapêuticos: Droga usada para resgate terapêutico. Deve estar sempre associada ao ritonavir ou ao lopinavir/r.
SQV/r + 2 ou 3 análogos nucleosídeos
SQV/r + 1 não análogo nucleosídeos + 2 ou 3 análogos nucleosídeos
SQV/r + LPV/r + 2 ou 3 análogos nucleosídeos

Possíveis efeitos adversos As cápsulas moles causam diarréia, náusea, dor abdominal e cefaléia com mais freqüência do que as cápsulas duras.
Podem ocorrer o aumento das transaminases, dislipidemias, hiperglicemia e diabetes e lipodistrofia.

Principais interações com outras substâncias Não deve ser co-administrado com sinvastatina, lovastatina, derivados do ergot, rifabutina, astemizol, terfenadina, cisaprida, midazolam, triazolam e erva de São João, cápsulas de alho, echinacea, ginseng e gincko-biloba. O Fenobarbital, fenitoína, dexametasona e carbamazepina diminuem os níveis séricos do saquinavir no sangue. O Sildenafil eleva a potência do saquinavir, por isso não se deve exceder a dose de 25mg/dia.

Compartilhe