Publicações

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Saber Viver » Saber Viver n.12

10/2001

Pele sensível mas saudável

Cuidados que você deve ter com a sua pele

Nossa pele costuma ser bastante sensível a qualquer alteração que ocorra em nosso organismo. Com o vírus da Aids não é diferente. O HIV e os medicamentos usados para combatê-lo provocam diversas alterações na pele que diferem de pessoa para pessoa. Márcio Serra, dermatologista carioca com muita experiência em atendimento a pacientes soropositivos e membro da Câmara Técnica de Aids do Conselho Regional de Medicina (Cremerj), diz que há uma tendência de o portador do vírus HIV ir se tornando alérgico com o tempo. “Manchas avermelhadas na pele e coceiras são comuns, e até quem nunca foi alérgico pode passar a ter alergia a picada de inseto”, informa o dermatologista.

Rosto e couro cabeludo oleosos e pele do corpo ressecada são manifestações freqüentes que podem ser amenizadas com alguns cuidados simples. No entanto, devido à baixa resistência do sistema imunológico, problemas mais graves podem surgir. doenças como herpes zoster e sarcoma de kaposi precisam de tratamento específico imediato que só um médico é capaz de indicar. Por isso, fique atento. Qualquer alteração, informe logo ao seu infectologista. Além disso, você pode procurar atendimento em hospitais que possuam setor de dermatologia.

A seguir, relacionamos, com a colaboração do dermatologista Márcio Serra, os problemas que mais afetam a pele das pessoas soropositivas. Aprenda a detectá-los.

Oleosidade excessiva
A oleosidade do couro cabeludo é a causa mais freqüente de queda de cabelo entre pessoas soropositivas. Para diminuir essa oleosidade e conter a queda, o ideal é lavar o cabelo com shampoo anti-caspa, pelo menos 3 vezes por semana. Nos outros dias, use shampoo para cabelos oleosos, como os shampoos de jaborandi ou hamamélis. Se tiver o cabelo longo e quiser usar creme, passe somente nas pontas.

Para evitar a oleosidade excessiva do rosto, que pode provocar descamação, coceira e vermelhidão, lave-o constantemente com sabonete à base de glicerina com enxofre ou hamamélis, indicados para pele oleosa.

Ressecamento da pele
A pele do corpo ressecada requer cuidados. A temperatura da água do banho deve ser, no máximo, morna e o sabonete, neutro, à base de glicerina. Assim você protege a oleosidade natural da pele. Caso não tenha transpirado muito, limite o uso do sabonete às regiões do pescoço, axila, virilha e entre as nádegas. Esses locais possuem uma maior quantidade de glândulas sebáceas e por isso tendem a acumular bactérias e fungos. Após o banho, passe no corpo um creme hidratante para pele extra seca. Quando a pele estiver muito ressecada, coçando, descamando ou vermelha, uma solução barata é passar óleo de girassol (aquele de cozinha) por todo o corpo, esperar 20 minutos e tomar banho.

Micose
Micose é o nome genérico dado a infecções provocadas por fungos. As unhas dos pés são bastante vulneráveis a esses fungos. Se sua unha começar a descolar, ficar branca ou amarelada, ou se ao redor da unha estiver inflamado, você pode usar um antimicótico local. Se não resolver, procure o médico. A micose também pode aparecer entre os dedos dos pés, na virilha ou entre as nádegas, sob a forma de placas avermelhadas. Para evitar esse problema basta, cada vez que tomar banho, enxugar bem esses locais. Caso a micose já tenha se instalado, tente, depois de secar bem o local (o que pode ser feito com papel higiênico), passar talco ou até mesmo secar com secador. Costuma funcionar. Caso não funcione, procure o médico.

Molusco Contagioso
Parece com uma pequena verruga ou espinha. Tem um tom avermelhado ou amarelado. É preciso tratamento médico adequado, pois essas lesões podem se proliferar na pele de quem tem imunidade muito baixa.

Verrugas
Os locais mais freqüentes são boca, pênis e em volta do ânus. Não são doloridas, o problema é que alguns tipos de vírus que provocam o aparecimento de verrugas são capazes de provocar câncer. Por isso é indispensável que a mulher faça exame ginecológico preventivo de 6 em 6 meses. Nos EUA, algumas pesquisas demonstram que um grande número de mulheres portadoras do HIV desenvolvem câncer de colo de útero.

Herpes Simples
Pequeninas bolhas grudadas uma nas outras como um cacho de uva podem aparecer em qualquer local do corpo ou rosto. No início são muito pequenas e só incomodam, quase sempre têm uma base avermelhada e um pouco inflamada. Se você conseguir detectar o herpes simples e tratá-lo na fase inicial (em até 48 horas), ele normalmente não chega a evoluir e formar feridas que, na maior parte dos casos, ardem bastante. Em uma pessoa com o índice de CD4 maior do que 100, o herpes simples costuma regredir espontaneamente em 10 dias, mas com o medicamento adequado esse tempo é menor. Quando as feridinhas já estão cicatrizando, você pode ajudá-las a cicatrizar mais rápido passando um creme cicatrizante à base de própolis.

Herpes Zoster
Como no herpes simples, o herpes zoster também começa com um incômodo, uma plaquinha vermelha, uma dorzinha localizada, mas ele compromete uma área maior da pele do corpo ou do rosto, formando lesões extremamente dolorosas. Quanto antes começar o tratamento, menor será o tempo de duração da doença e a probabilidade de ficar com marcas na pele. Além disso, com medicação adequada evita-se uma complicação chamada neuralgia pós-herpética, uma dor no local das lesões que pode durar meses.

Mesmo depois que as lesões tiverem cicatrizado, evite expô-las ao sol até que tenham sumido por completo (vale usar e abusar do filtro solar). Isso evita que você fique com marcas. Se, no entanto, você já tem marcas, é possível atenuá-las com produtos especiais. Para isso, procure um dermatologista.

Sarcoma de Kaposi
Hoje em dia já não se vê tanto sarcoma de kaposi quanto antigamente, pois os medicamentos anti-retrovirais têm conseguido manter o sistema imunológico dos pacientes soropositivos fortalecido. Hoje, essa doença só aparece quando a pessoa não faz tratamento anti-Aids. O principal sintoma do sarcoma de kaposi são manchas roxas na pele. É necessário procurar logo o médico para fazer uma biopsia. Muitas vezes basta o tratamento anti-retroviral para que o sarcoma de kaposi regrida. Porém, para extinguir as manchas roxas da pele pode ser necessário fazer um tratamento dermatológico especializado.

Compartilhe