Saber Viver Jovem

  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Envie para um amigo:





Saber Viver Edições Especiais » Saber Viver Jovem » Saber Viver Jovem n.02

02/2009

“Sou uma adolescente comum”

NOME: Bianca Machado
IDADE: 15 anos
ONDE MORA: Niterói-RJ
Nasceu com HIV
OBS.: Bianca é da Galera Saber Viver

Na história da minha vida, o que eu acho mais importante é a coragem dos meus pais adotivos. Não deve ser fácil adotar. Minha mãe é costureira e já virou noites costurando só pra comprar remédio pra mim. Ela não tem outros filhos e até há pouco tempo ia comigo ao hospital.

Agora, ela quer que eu aprenda a me cuidar sozinha, porque já sou uma adolescente.
Quando minha mãe biológica soube que eu tinha HIV, ela me abandonou.

Eu tinha um ano e fiquei chorando em casa. Quem me encontrou foi meu irmão, que tinha seis anos e não é soropositivo. Como nossa mãe tinha ido embora, fomos criados pela nossa avó. Mas ela nunca disse nem para mim nem para ninguém que eu tinha HIV.

Minha avó tinha preconceito.
Quando ela morreu, eu tinha oito anos. Então, minha tia passou a cuidar de mim. Dois anos depois ela se separou do meu tio e se casou de novo. Fui morar com eles e considero esses dois os meus pais adotivos. Ainda não fui adotada legalmente, mas vamos correr atrás dos papéis.

Só soube do HIV depois que minha avó morreu, foi então que minha tia me contou. Não me desesperei, me acostumei.

Tomo remédio às sete da manhã e às sete da noite. Fora isso, sou uma adolescente comum. Quero ser jornalista. Se eu fosse a personagem principal de um filme, o título ia ser Guerreira. Porque eu perdi meus pais e encaro uma doença safada. Se não fosse a minha força, eu não ia conseguir vencer.

 

Compartilhe